Maria do Carmo chama a atenção para violação contra vulneráveis

Senadora lamenta aumento da violência e sugere que a sociedade use os números 100 ou 180 para denunciar agressores   

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) chamou a atenção hoje (26), para os altos indicadores de violação praticadas contra grupos vulneráveis, como crianças, idosos e pessoas com deficiência. “Infelizmente, dada à necessidade de estarem em casa para evitar a contaminação por coronavírus, os registros de violência têm crescido muito. Em Pernambuco, por exemplo, o índice de agressões contra idosos, nesse período, chegou a mais de 80%, o que é lastimável”, afirmou a senadora.

Para ela, é preciso reforçar os instrumentos de defesa para que essa comunidade vulnerável não sofra, ainda, mais os impactos provocados pela Covid-19. “O isolamento é imprescindível, mas tem se transformado num enorme desafio, pois o fato de estarem todos juntos, o tempo todo, acaba havendo conflitos e isso, infelizmente, tem resultado em agressão física, verbal, psicológica. Sem contar com a negligência e o abandono que, também, são atitudes repudiáveis”, falou Maria do Carmo.

Ao ressaltar a importância de qualquer cidadão poder denunciar violações impostas a essas pessoas, através dos telefones 100 ou 180, Maria disse que os dados registrados pelo Portal da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos já demonstravam o crescimento desses abusos desde o mês de março, quando efetivamente começou o isolamento social, atendendo a recomendações feitas por autoridades sanitárias dos Governos estaduais e da União.

Segundo relatório da ouvidoria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a maioria dos ataques é contra pessoas socialmente vulneráveis ou em restrição de liberdade. Em grande quantidade de casos, o agressor tem ascensão e autoridade sobre as vítimas. Outra violação muito comum nesse período tem sido a financeira, quando o autor subtrai valores, especialmente, de mulheres, idosos e de pessoas com deficiência.

A parlamentar sergipana citou que o Governo federal lançou um aplicativo de denúncias de violação de direitos humanos Direitos Humanos BR. O modelo já está para celulares que utilizam o sistema Android. Os interessados devem fazer o cadastro e, através dele é possível, formalizar denúncias e até anexar fotos e vídeos sobre os casos de violências praticadas contra mulheres, crianças, adolescentes, idosos, pessoas com deficiência e outros grupos sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *