Freio de arrumação

Coluna Rita Oliveira – 28 de maio

 

Em meio à pandemia do novo coronavírus um assunto que está agora na ordem do dia são as fake news.  Na segunda-feira, em seu discurso de posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luis Roberto Barroso disse que um dos seus desafios será combater a desinformação, a fake news. E ressaltou a importância da imprensa profissional.

Ontem a Polícia Federal deflagrou uma operação para apurar assédio virtual e notícias falsas contra membros do Supremo Tribunal Federal (STF). Entre os alvos estão parlamentares, empresários e comunicadores ligados ao presidente Jair Bolsonaro.

Os policiais levaram computadores e celulares dos investigados. Além disso, oito deputados federais e estaduais, que não foram alvos da busca e apreensão, foram intimados a prestar depoimento nos próximos dias.

Para senadores, a ação demonstra que o Congresso precisa elaborar uma legislação para coibir a prática de fake news.

No entendimento do senador Alessandro Vieira (Cidadania/SE) a operação tem um peso significativo nos esforços de combate à desinformação e às notícias falsas. O parlamentar é crítico ao inquérito, que avalia ser inconstitucional – no ano passado ele chegou a protocolar pedido de impeachment contra os ministros Toffoli e Alexandre de Moraes, que é o relator do processo – mas reconhece que o problema das fake news é real e urgente.

“Existem quadrilhas que tomaram conta da internet e disseminam mentiras de forma organizada e programada, com objetivos de deturpação eleitoral e para prejudicar reputações”, afirma Alessandro, que é autor de um projeto de lei que propõe a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet.

O texto traz regras para o uso e operação de redes sociais e serviços de mensagem privada via internet, com o objetivo de coibir abusos e manipulação.  Explica o senador que o seu projeto pretende ser uma legislação “inovadora” para tratar com equilíbrio e transparência da responsabilização das empresas de tecnologia que oferecem serviços de interação em ambiente virtual.

“O projeto traz as plataformas, que ganham muito dinheiro com isso, para a responsabilidade de cuidar desse processo e garantir que você sempre saiba se está conversando com um robô ou participando de alguma rede maliciosa de desinformação.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, já informou que o chamado PL das Fake News será votado pelos senadores na próxima terça-feira, 2.

 

É preciso um freio de arrumação com relação as fake news, que são usadas para desinformar a população com informações falsas, principalmente em redes sociais.  Em muitos casos essas notícias falsas causam danos irreparáveis…

 

……………………………………….

Campanha contra 1

Ontem o deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) usou as redes sociais para conclamar a população a pressionar o seu deputado federal para votar contra o projeto de lei do senador Alessandro Vieira (Cidadania/SE), já chamado de PL das Fake News.  Avalia que o projeto (PL 2.630/2020) representa a “censura na internet”.

 

Campanha contra 2

“Há três semanas tive minha residência invadida e a porta do meu quarto arrombada pela Polícia Federal por suspostamente ter compartilhado uma notícia falsa contra o senador Alessandro Vieira, autor do projeto da censura na internet. Tudo isso porque sou oposição ao senador residência”, afirmou Rodrigo, que chegou a gravar um vídeo criticando o projeto do desafeto político Alessandro Vieira.

No TRE

Está na pauta de julgamento do pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE) desta quinta-feira, representação da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE/SE) contra o deputado federal Valdevan Noventa (PSC) por captação ilícita de sufrágio nas eleições 2018. Também na ação Evilázio Ribeiro da Cruz e Eliana Aparecida de Souza Araújo. A relatora do processo é a juíza Sandra Regina Câmara Conceição.

 

Lula 1

Ontem, durante entrevista por telefone a Jovem Pan Aracaju, o ex-presidente Lula disse que terá imenso prazer de voltar a Aracaju, caminhar, falar com cada cidadão e mostrar que o pré-candidato do PT a prefeito da capital, Marcio Macedo, é um nome capacitado para prefeitura.  “Precisamos do jeito PT de governar. Já tivemos uma excelente experiência na prefeitura e governo com Déda”, disse.

 

Lula 2

De Lula sobre o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT): “Eu não vejo o Edvaldo faz muito tempo. O fato dele mudar de partido e posição ideológica é muito ruim pra ele. O PT não enfrentará um amigo, mas sim um adversário político. Eu quero provar que o Marcio Macedo tem mais competência que ele”.

 

Fogo cruzado 1

Esquentou o clima político em Capela com troca de farpas entre o ex-prefeito Sukita e a prefeita Silvani Mamlak junto com o namorado Christiano Cavalcante, prefeito de Ilha das Flores. Recentemente Christiano, no dia que conseguiu reverter a cassação do seu mandato junto ao STF, soltou fogos nas imediações da casa de Sukita e gravou vídeo com ataques à sua pessoa e familiares, inclusive chamando o ex-prefeito e a filha Isadora, 20 anos, de “bandidos”. Postou nas redes sociais.

 

Fogo cruzado 2

Sukita também gravou vídeo acusando a ex-esposa Silvani e Christiano de tentar humilhá-lo e a filha Isadora, e criticando por “soltar fogos”, “fazer gestos obscenos” e “bater copinho” próximo a sua residência em Capela.  Também acusou a prefeita de pagar com dinheiro público R$ 631 mil  por um contrato feito em 4 de setembro de 2018 com um escritório de advocacia, para lhe colocar na cadeia faltando  poucos dias para as eleições em que disputava mandato de deputado federal e liderava todas as pesquisas.

 

Fogo cruzado 3

“Faltando 23 dias para as eleições me botaram na penitenciária numa armação para que ficasse preso por 13 anos e nove meses e ficassem com tudo. Me deixaram lá para se apoderarem da prefeitura e fazerem o que estão fazendo. Rezei para Deus me tirar do calvário e não dormia com medo do que fizeram comigo. Quem fez o que faz, é capaz de qualquer coisa”, disse Sukita, enfatizando que o referido escritório de advocacia lhe prestava assessoria jurídica, mas Christiano Cavalcante infiltrou um sobrinho nele para fazer a “patifaria” que foi feita contra ele, o deixando sem defesa sem que fosse avisado e na penitenciária.

 

Fogo cruzado 4

“Na melhor hora, eu prestes a me tornar deputado federal, ela me traiu, traiu a minha confiança em benefício de você Christiano.  Uma vez eu preso, 13 anos e nove meses de prisão, vocês ficariam com tudo. Me deram capotada na vida. Me tiraram tudo. A prefeitura, que nós construímos com a força dos nosso aliados e hoje não posso entrar, nem quem trabalhou e lutou. Achando pouco, destruíram minha família, me afastaram das minhas filha e tomaram meu apartamento para morar, a minha cama, a minha escrivaninha, meu sofá. O apartamento de minhas filhas morar na minha ausência”,  lamentou Sukita.

 

Fogo cruzado 5

O ex-prefeito encerra o vídeo dizendo que se a prefeita quiser enfrentá-lo  terá a oportunidade agora com as eleições. “Seja candidata, me enfrente. Se vocês conseguirem, no tapetão, me tirarem da disputa, eu vou colocar um irmão meu, uma irmã, um primo. Mas nosso agrupamento terá candidato e vocês vão ter a oportunidade de ver o povo dizer o que acha de mim da minha família e o que acham de você Chistiano e de Silvani. O povo vai dizer isso nas urnas. A hora tá chegando. Procurem ter paciência”.

 

Apoio

O deputado estadual Capitão Samuel (PSC) declarou apoio à chapa do pré-candidato a prefeito de São Cristóvão, Neto Batalha.  “A eleição está se aproximando e nós gostaríamos de ver São Cristóvão administrada por um jovem, com ideias novas e sobretudo que seja um bom gestor e goste da população, goste do povo”, declarou o parlamentar.

 

Quer unir a oposição

Neto Batalha, que é filho do ex-prefeito de São Cristovão Armando Batalha, tem como pré-candidato a vice Leandro da Renovação. O seu pai, que desistiu da pré-candidatura por problemas com a justiça eleitoral, está trabalhando para unir a oposição em torno do seu nome para o enfrentamento ao prefeito Marcos Santana (MDB), que vai para a reeleição.

 

É fato 1

Armando Batalha dificilmente conseguirá unir a oposição em São Cristovão. O Betão do Povo, que disputou a prefeitura em 2016, já abriu mão da sua pré-candidatura a prefeito este ano para ser o pré-candidato a vice de Adilson Júnior (PSD), que hoje é o vice-prefeito no município e deseja disputar a prefeitura nas eleições deste ano. Neto Batalha caminha para ter o apoio do ex-prefeito Lauro Rocha, que chegou a colocar seu nome para sucessão municipal.

 

É fato 2

Tem ainda o coronel Rocha (Cidadania), que mantém sua pré-candidatura a prefeito da cidade histórica, e se coloca como a terceira via no município. Já disse que faz oposição ao prefeito Marcos Santana, mas não tem ligação com a oposição.

 

Na defesa 1

De um assessor do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT): “Embora a oposição questione a inexistência de leitos de UTI no hospital de campanha construído pela Prefeitura de Aracaju no Estádio João Hora de Oliveira, a unidade atende rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde, que, ao definir os critérios de financiamento para implementação desses hospitais temporários, estabelece que sejam montados para atender a pacientes com sintomas respiratórios de baixa e média complexidade. Ou seja, os hospitais de campanha devem funcionar, segundo o governo federal, como retaguarda clínica para unidades hospitalares que possuam UTI”.

 

Na defesa 2

Revela ainda o assessor: “Isso significa que os casos mais graves, de alta complexidade, devem ser encaminhados a hospitais que disponibilizem especialistas e equipamentos de UTI, que, em Sergipe, estão sob a responsabilidade e a gestão do Estado. Apesar disso, a Prefeitura da capital habilitou 14 leitos de UTI em parceria com o Hospital Universitário. Mas, seguindo as orientações do Ministério da Saúde, cedeu a gestão e a regulação desses 14 leitos ao Estado”.

 

Veja essa…

Do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em entrevista com a correspondente da CNN Internacional, Isa Soares, ao criticar a maneira como o presidente Jair Bolsonaro está lidando com a pandemia do coronavírus: “Temos dois vírus para combater no Brasil – o COVID-19 e o Bolsonaro”.

…e essa…

 Segundo o site Brasil 247 o epidemiologista Júlio Croda declarou que Solange Vieira, aliada do ministro Paulo Guedes e que esteve envolvida na reforma previdenciária no ano passado, teria prestado a seguinte declaração sobre previsões do Ministério da Saúde, em meados de março deste ano, de que haveria mortes generalizadas entre idosos se o vírus da covid-19 não fosse contido: “É bom que as mortes se concentrem entre os idosos,  pois reduzirá nosso déficit previdenciário”. Só Jesus na causa!

 

CURTAS

 

Do deputado Rodrigo Valadares alfinetando indiretamente o empresário e ex-candidato a governador Milton Andrade (PL): “Sergipe tá tão doido que tem empresário que quer lucrar com a desgraça da pandemia, pedindo intervenção federal na saúde. Esse mesmo quis vender à um ente público testes com preços altíssimos. Será que quer ser ele o interventor. É tipo esquerda falando da corrupção”.

A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) iniciará uma série de lives em seu perfil no Instagram para debater os cenários econômicos provocados pela crise do coronavírus e discutir possibilidades para o retorno das atividades.

 

A primeira delas será nessa sexta-feira, 29, às 17h, com o senador Alessandro Vieira (Cidadania). Ele foi o primeiro a ser escolhido por ter assinado um estudo, em conjunto com vários pesquisadores, analisando a construção de um plano de distanciamento controlado para o Estado e a retomada total da economia respeitando parâmetros de segurança indicados pela OMS. A live será conduzida pelo presidente da Acese, Marco Pinheiro.

 

Pena maior para quem agredir profissional da imprensa no exercício da função. É o que dispõe projeto de lei (PL 2.874/2020) que começa a ser analisado pelo Senado. O agravamento da punição valerá também para agressões a familiares dos jornalistas.

 

O autor, senador Weverton (PDT-MA), considera que o trabalho de fotógrafos, jornalistas, cinegrafistas e radialistas é essencial durante a pandemia. E é preciso desestimular o comportamento violento de pessoas que não aceitam uma imprensa livre.

 

 

O pré-candidato a prefeito de Estância, ex-vereador Dominguinhos do PT, deu positivo para covid-19, mas já cumpriu a quarentena e está bem. A sua esposa também contraiu o vírus e se recuperou. Diz que a coisa é séria e pede para que as pessoas fiquem em casa.

Dominguinhos revela que seguirá firme com a sua pré-candidatura a prefeito. “Agora mais do que nunca irei para a disputa. Já que pulei essa fogueira é porque Deus e Nossa Senhora de Guadalupe tem algo pra mim!”, afirma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *