Especulações improváveis

Coluna Rita Oliveira – 9 de maio de 2024

 

O mês de maio começou com várias especulações com relação as eleições municipais em Aracaju.

Primeiro, falando que Luiz Roberto (PDT) não seria mais pré-candidato a prefeito da capital porque não havia deixado o comando da Sedurbi em 26 de abril, como havia anunciado anteriormente.

Com o retorno do governador Fábio Mitidieri da viagem ao exterior, Luiz Roberto se desincompatibilizou da Sedurbi na última segunda-feira, 6.  Intensificou os trabalhos visando fortalecer sua pré-candidatura a prefeito.

Agora as especulações são de que o pré-candidato a prefeito Fabiano Oliveira (PP) pode vir a ser o vice de Emília Corrêa, pré-candidata a prefeita pelo PL, que é de oposição.

Em política, tudo pode acontecer. Mas essa possibilidade de Fabiano ser vice de Emília é improvável. Até porque não seria bem visto politicamente um rompimento com o bloco governista para ir para a oposição como vice

Fabiano vereador é um aliado do governador Fábio Mitidieri (PSD), faz parte do seu agrupamento político. Fabiano empresário tem uma boa relação empresarial com o governo e a Prefeitura de Aracaju, recebendo todo o apoio logístico para as festas que promove, a exemplo do Pré-Caju.

O presidente do seu partido, o senador Laércio Oliveira, também é um aliado do governo Mitidieri e do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT. Como empresário também tem vários contratos nos órgãos públicos.

Trocando em miúdos, Fabiano deve continuar trabalhando para ser candidato a prefeito dentro do agrupamento governista, podendo ser o terceiro nome do bloco, tendo a delegada Danielle Garcia (MDB) como vice.

Os outros dois nomes todos já estão cansados de saber: Luiz Roberto e Yandra Moura (União Brasil).

Agora é aguardar!

…………………………….

O que vem dizendo

O pré-candidato a prefeito Fabiano Oliveira (PP) tem afirmado e reafirmado que só será candidato nas eleições deste ano se for a prefeito de Aracaju.  Garante que em hipótese alguma será candidato a vice e tão pouco candidato a reeleição de vereador.

Ponto de vista I

De Luiz Roberto ao ser questionado sobre as especulações de Fabiano como vice de Emília Corrêa: “Não acredito. Conheço Fabiano e Laércio Oliveira. Eles têm uma relação boa com o prefeito Edvaldo e o governador Fábio. Tenho conversado com Fabiano e isso não foi cogitado por ele”.

Ponto de vista II

Revela que dos cinco pré-candidatos a prefeito do agrupamento governista somente bateu o martelo sobre a pré-candidatura a deputada federal Yandra Moura (União), conforme já comunicou o seu pai, o presidente estadual do União Brasil, André Moura. “Agora cabe aos outros quatro buscar a unidade. Tenho certeza que chegaremos ao consenso”, ressalta.

Lançamento oficial

No próximo dia 17 de março acontecerá o lançamento oficial da pré-candidatura de Yandra Moura (União Brasil). Será às 18h, em uma quadra de esporte de uma escola na zona norte de Aracaju. Yandra já conta com o apoio de seis partidos: Podemos, Democracia Cristã, Avante, PMN, PRD e o União.

 Missão internacional I

Governadores e governadoras da região Nordeste do Brasil cumprirão agenda na II Missão Internacional na Europa entre os dias 12 e 18 de maio de 2024, nas cidades de Amsterdã, Roterdã, Bruxelas e Berlim.  O governador Fábio Mitidieri (PSD) estará presente.

Missão internacional II

A viagem se dará em torno de agendas para tratar de pautas como energias renováveis, voltada para o hidrogênio verde; neoindustrialização, com foco na transição energética; e emergências climáticas e desertificação do bioma da Caatinga.

Missão internacional III

A Missão tem apoio da APEX e do Ministério das Relações Exteriores para a construção das agendas, além do BNDES, dos Ministérios da Fazenda, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio e do Meio Ambiente na estruturação de propostas e apresentações.

O relator I

O senador Alessandro Vieira (MDB) foi eleito nesta quarta-feira o relator da Comissão Mista de Mudanças Climáticas.  Segundo ele, o principal objetivo do colegiado é acompanhar, monitorar e fiscalizar ações referentes à diminuição dos impactos das mudanças do clima e a ocupação do solo.

O relator II

“As mudanças climáticas representam uma realidade inegável e estamos vendo, em diversos estados brasileiros, seus efeitos devastadores. Precisamos construir soluções para adaptar nossas cidades e garantir que a população brasileira terá o apoio necessário para enfrentar essas adversidades”, afirma o senador.

Punição para crimes ambientais

Revela Alessandro que na Comissão de Meio Ambiente do Senado, foi aprovado um projeto de lei para tornar as punições mais duras para os crimes ambientais cometidos durante situação de emergência ou calamidade pública. “Acreditamos que ao aumentar as punições para os crimes ambientais em momentos de crise, vamos fazer com que pessoas e empresas pensem duas vezes antes de prejudicar o meio ambiente. Punições mais duras vão fazer com que pensem melhor antes de agir, já que sabem que podem enfrentar consequências graves”, avalia o senador.

Em Brasília

Nesta quarta-feira, o ministro Márcio Macedo recebeu em seu gabinete os prefeitos Padre Inaldo (PP-Nossa Senhora do Socorro) e Binho (PT-São Domingos).  Na pauta, os investimentos anunciados pelo governo federal para os dois municípios. Informou que Socorro foi contemplado com R$ 1 milhão do PAC Seleções para regularização fundiária de suas comunidades.

Reunião cancelada

Em razão da ida de Padro Inaldo a Brasília, assim como do prefeito da Barra dos Coqueiros, Alberto Macedo, foi cancelada a reunião do consórcio Metropolitano do Transporte Público da Grande Aracaju, que estava agendado para esta quarta-feira. Na oportunidade, seria apresentada a versão final do edital, que sendo aprovada por parte dos membros do consórcio, será publicada para a ampla concorrência de empresas de todo o país.

Em Maceió I

Membros da CPI da Braskem desembarcaram nesta quarta-feira, em Maceió para percorrer os locais afetados pela mineradora e investigar os impactos ambientais e socioeconômicos acusados pela atividade da empresa na região. A agenda inclui visita às comunidades, diálogo com moradores e reunião com o Ministério Público Federal.

Em Maceió II

A viagem oficial do colegiado conta com a presença do presidente da CPI da Braskem, senador Omar Aziz (PSD) o relator da CPI, senador Rogério Carvalho (PT) o senador Rodrigo Cunha (PODEMOS) e o senador Dr° Hiran (PP), além de assessores parlamentares.

Brejo Grande I

O ex-prefeito de Brejo Grande, Paulo Tenório, disputará as eleições deste ano pela oposição tendo como adversário Carlinhos Ferreira, que é do PSD e tem o apoio do governador Fábio Mitidieri (PSD).  O seu vice já está definido: o ex-prefeito Toninho Machado.

Brejo Grande II

A curiosidade é que Paulo Tenório, que é bolsonarista, tem o apoio do PT do senador Rogério Carvalho e do deputado federal João Daniel.  Ou seja, em Brejo Grande o bolsonarismo estará com o PT.

BR-101

Do ex-deputado estadual Jorge Araujo: “O superintendente do DNIT em Sergipe, Halpher Luiggi, fez palestra na Assembleia Legislativa falando sobre várias obras que o órgão vai executar. Faltou informar porque a BR-101 Norte, de Pedra Branca a Maruim ainda não chegou em Maruim!!!”.

Pesquisas

Três pesquisas de intenções de votos para prefeito, registradas no Tribunal Regional Eleitoral no último dia 2 de maio, foram divulgadas nesta quarta-feira: duas de Itabaiana e uma de Poço Redondo. Tem uma outra registrada dia 3, com divulgação nesta quinta-feira, para prefeito de Pedrinhas.

CURTAS

O Senado aprovou nesta quarta, o projeto de lei que retoma o Seguro Obrigatório para Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres (DPVAT) e que antecipa R$ 15,7 bilhões para o governo Lula (PT).

O crédito aberto no Orçamento possibilitará o pagamento de emendas de comissões aos parlamentares. Os três senadores de Sergipe votaram a favor: Alessandro Vieira (MDB), Laércio Oliveira (PP) e Rogério Carvalho (PT).

Dados da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), colhidos até a tarde da terça-feira (7), mostram que o Rio Grande do Sul contabiliza um prejuízo de R$ 4,6 bilhões, com quase 100 mil residências destruídas ou danificadas, em virtude das fortes enchentes que assolam o estado há uma semana.

O governador Eduardo Leite (PSDB), anunciou que as doações feitas via Pix para ajudar as vítimas das enchentes no estado não serão direcionadas para o governo, e sim para uma entidade privada. Leite afirmou que o valor arrecadado será administrado pela Associação dos Bancos do Rio Grande do Sul.

A prefeitura de Porto Alegre pediu, no início da tarde desta quarta-feira, que os barcos que atuam nas operações de resgate interrompam as atividades por chance de chuva e ventos fortes nas próximas horas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *