Licitação do transporte: Consórcio vai discutir versão final do edital nesta quarta-feira, 8

A reunião do consórcio Metropolitano do Transporte Público da Grande Aracaju, que estava prevista para acontecer nesta terça-feira, 7, foi remarcada para quarta-feira, 8, ocasião em que será apresentada a versão final do edital. A mudança aconteceu em decorrência da indisponibilidade de agenda de membros do Consórcio.

A versão final do edital, após a aprovação por parte dos membros do Consórcio, formado pelos prefeitos dos municípios de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão, Barra dos Coqueiros e pelo governador do Estado, será publicada para a ampla concorrência de empresas de todo o país.

Consórcio
Por meio de formulário online, o Consórcio realizou uma consulta pública para receber contribuições à proposta inicial do edital de licitação. Assim como os usuários do transporte público de Aracaju, São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro e Barra dos Coqueiros, empresas interessadas de todo o Brasil também tiveram a oportunidade de tirar dúvidas e enviar sugestões.

Durante o período de realização da Consulta Pública, a plataforma recebeu uma grande demanda de sugestões das quatro cidades envolvidas, que foram analisadas de forma criteriosa pela equipe técnica da SMTT em conjunto com a consultoria ANTP, levando em consideração os aspectos legais, econômicos e operacionais.

Todo o processo está sendo conduzido de forma democrática e transparente. Nesse sentido, o prefeito Edvaldo Nogueira entregou pessoalmente a proposta inicial do edital a órgãos fiscalizadores, como o Ministério Público do Estado de Sergipe (MPSE), Câmara Municipal de Aracaju, Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE-SE) e também ao Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE).

Em uma reunião realizada no dia 19 de março, o Consórcio Metropolitano do Transporte Coletivo definiu os parâmetros para a licitação, incluindo requisitos de tempo para renovação da frota e a divisão por lotes. Entre as medidas já adotadas pelo Consórcio estão o congelamento da tarifa e a concessão de um subsídio pela prefeitura da capital para o transporte público da região metropolitana, que atende diariamente 170 mil usuários, totalizando 3,5 milhões de passageiros ao mês.

Foto: Marcelle Cristinne

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *